A Tecnologia como Aliada no Tratamento do Diabetes Tipo 1 – DM1

A Tecnologia como Aliada no Tratamento do Diabetes Tipo 1 – DM1

No Brasil aproximadamente 15 milhões de pessoas tem DIABETES, ficamos em quarto lugar na Prevalência Mundial da doença, 8,7% da população tem diabetes, com uma estimativa de 23 milhões de diabéticos para 2040. No total (crianças e adultos) aproximadamente 1.000.000 são portadores do DM1 no Brasil.

Pacientes com DM1 necessitam de um tratamento intensivo. O cálculo da dose de insulina a cada refeição é baseado na monitorização frequente da glicemia capilar e de o ajuste de uma série de fatores, isto muitas vezes diminui a adesão e eficácia do tratamento.

A inserção dos pacientes, seus familiares e profissionais de saúde em um ambiente digital, mais atrativo e agradável objetiva um maior engajamento em todas as etapas do tratamento. Os smartphones e tabletes fazem parte do nosso cotidiano o que nos leva a criar ferramentas para aumentar o engajamento destes pacientes.

Criamos um Plataforma de Gerenciamento que permite ao paciente com DM1 interagir com seu profissional de saúde de forma mais moderna e ágil assim como gerar uma ação objetiva no tratamento destes pacientes.

Buscamos melhorar a qualidade de vida do paciente com diabetes a partir do uso de seu próprio smartphone. Trata-se de um aplicativo ágil e prático com fluxo de informações que facilita o seu uso.

O aplicativo Minsulin (disponível na App Store e em breve na Google Play) calcula a dose de insulina a ser aplicada a cada refeição após o paciente informar sua glicemia capilar. Para isto uma série de fatores são considerados para tornar o cálculo o mais assertivo possível. As informações de glicemia capilar, quantidades de carboidratos ingeridos e doses de insulinas aplicadas são enviadas para a nuvem e ficam disponíveis para análises posteriores pelo paciente e seu profissional de saúde. O dados são apresentados em gráficos facilitando a tomada de decisões.

Contamos com uma tabela alimentar com mais de 2.000 alimentos, disponíveis em porções caseiras e industrializadas, e podem ser editados pelo usuário. Todos os dias novos alimentos são incluídos tornando nossa tabela uma das maiores do Brasil.

É possível salvar refeições mais comuns no próprio aplicativo para que os próximos cálculos se tornem mais rápidos. O usuário pode montar quantas refeições forem necessárias e salvá-las. Esta flexibilidade permite que o usuário monte uma rotina alimentar mais equilibrada com auxílio de seu profissional de saúde.

A geolocalização permite que o usuário a busca de atendimento especializado, encontrando profissionais de saúde ou centros de referência em atendimento ao DM1 mais próximo de sua localização.

Em 2013 fomos premiados com o Projeto do Sensor de Glicemia Intersticial (SENSOR SUBCUTÂNEO CONTÍNUO DE GLICEMIA PARA ANÁLISE DE RESULTADOS EM SMARTPHONE) Operação IV – SC da FAPESC. Desde então estamos trabalhando diariamente para trazer mais esta inovação para todos os pacientes com DM1.

Deixe uma resposta

Fechar menu